O Lar São Vicente 

Fundado em 21 de fevereiro de 1934, é uma entidade sem fins lucrativos e seu trabalho consiste no atendimento em Instituição de Longa Permanência para Idosos de ambos os sexos. Sua diretriz se faz por meio do princípio da caridade que envolve o carisma da Igreja Católica.
A instituição possui título de utilidade pública federal e atua em conformidade com a Política Nacional do Idoso, Lei n°. 8.842/1994, com o Estatuto do Idoso, Lei n° 10.741/2003, e com a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais. Encontra-se cadastrada no Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), no Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) e no Conselho Municipal do Idoso. Encontra-se adequada aos padrões da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).
As atividades desenvolvidas pelo Lar São Vicente são de ação continuada, priorizando o atendimento de idosos residentes em Varginha, MG, que estão em situação de risco e/ou vulnerabilidade social, que não possuam condições materiais e/ou físicas para prover sua subsistência e, preferencialmente, que não possuam família ou, se a possuem, ela não apresenta condições de oferecer ao idoso os cuidados necessários ao seu estado.

MISSÃO
Amparar e proteger pessoas idosas, assegurar seu bem-estar, defender sua dignidade, reduzir os fatores de risco comuns nessa fase da vida, oferecer atendimento de qualidade e trabalhar o resgate da identidade e seu protagonismo.

 

Diretoria

Todos os membros da diretoria são voluntários. O presidente, que deverá ser um vicentino, é eleito por membros da Sociedade de São Vicente de Paulo por um mandato de dois anos. Uma vez eleito, ele compõe sua equipe de direção. Atualmente, a diretoria é composta dos seguintes membros:
Presidente: José Daniel Moura de Sousa
Vice-presidente: Luiz Alberto da Silva
1º Secretário: José Aloísio Oliveira (Ziza)
2º Secretário: Vera Lúcia Santos e Santos
1º Tesoureiro: Mariliza dos Santos de Mira
2º Tesoureiro: Roberto Mauro Ribeiro Massote
Assessoria Jurídica: Drª Vita Aparecida Limborço

Conselho Fiscal
Eleito também por um período de dois anos é composto de três membros efetivos e três suplentes, todos vicentinos. São eles:

Efetivos:
Benedita Luzia Morais Domingos
Juliane Mariano Teixeira
Vilmar Quintanilha

Suplentes:
Radyr Romano Pontes
Valtemir Dominguito
José Anísio Pereira da Costa

 

Recursos Financeiros e Subsistência

O Lar arca com uma despesa mensal em torno de R$ 96.000,00. Parte significativa desse valor é proveniente de doações diretas de pessoas sensíveis à situação dos idosos, muitas vezes abandonados pela família e pela sociedade. Embora defasado, a instituição mantém um setor de telemarketing que atua na captação de doações em espécie. Para otimizar essa arrecadação, a diretoria firmou convênio com a Copasa para permitir que a contribuição seja feita através da conta mensal de água e esgoto, e com o Banco do Brasil para débito direto em conta corrente.
Outra fonte financeira são doações efetuadas pela Sociedade de São Vicente de Paulo, através do Conselho Central de Varginha, decorrentes de aluguéis de imóveis de sua propriedade.
Por fim, a contribuição de 70% da renda dos idosos que residem no Lar, em torno de R$ 616,00, na conformidade do Estatuto do Idoso, auxilia na manutenção destes na instituição, pois cada idoso gera um custo médio de R$ 1.600,00.
Convênios: Como a instituição nem sempre possui condições financeiras de arcar com todas as demandas apresentadas cotidianamente pelos abrigados, torna-se imprescindível o estabelecimento de parcerias com o poder público e iniciativa privada.
Subsidios: A Prefeitura Municipal de Varginha, em atendimento à Política Estadual do Idoso, celebrou um convênio para repasse mensal de R$ 20.000,00 à instituição que, em contrapartida, disponibiliza 10 vagas para idosos provenientes do CRAS/CREAS.
Reformas: Vários convênios foram celebrados com o Governo do Estado, através de emendas parlamentares e projetos governamentais, no intuito de reformar um pavilhão administrativo em Sala de Convivência, reformar os banheiros e a sala de esterilização, adaptando-os às exigência da Vigilância Sanitária. Também foi celebrado convênio com a empresa Furnas para aquisição de material para dotar o Lar de um sistema contra incêndio por exigência do Corpo de Bombeiros.
A receita proveniente desses convênios e verbas estão especificadas em “Demonstração de Resultados”. Clique para ler mais.